Nossa História - Meu sonho não tem fim

Nossa História


Lembro-me como se fosse hoje, eu descia a rua Direita, no centro de São Paulo, quando vi uma senhorinha sentada num caixote. Ela era tão frágil, devia ter uns 80 anos, e segurava uma tigelinha na mão. Eu tinha 16 anos na época e aquilo mexeu muito comigo, mostrou-me a triste realidade de muitos de nossos irmãos em sofrimento e esquecimento e que passaram a fazer "parte da paisagem".

Aquilo abriu meus olhos e coração para que eu me torna-se parte da mudança, por menor que fosse, era preciso fazer algo. Comecei a pensar como eu poderia ajudar aquelas pessoas. Iniciei uma "poupança forçada", onde eu guardava até 30% do salário que recebia e para que um dia eu pudesse criar um projeto social.

Fui voluntário em creches, asilos, mas algo me dizia que esse não era o meu caminho, eu não suportava a dor daquelas pessoas e deixava muito a desejar nestas ações. Em meu trabalho, comecei a datilografar reflexões de apelo moral e entregar aos colegas. Aquilo tornou-se um sucesso - todos adoravam aquele pequeno folhetim - e foi aí que veio o estalo: "trabalhar com conscientização e motivação".

Após sete anos, mais precisamente em 1994, surgiu a base do que viria a ser hoje a ONG "Meu sonho não tem fim", que não aceita doações de nenhuma espécie, não tem finalidade comercial e nem política de patrocínio, além de ser laica e apolítica. Passei a disseminar grandes exemplos de vida, como as histórias de Martin Luther King e Ayrton Senna, sobre seus valores morais e virtudes. Em 1999, veio a idéia de exposições itinerantes em comunidades carentes, escolas públicas, FEBEMs (Fundação Casa) e CEUs (Centro Educacional Unificado), alcançando um total de mais de 140.000 espectadores.

Passei a transmitir os ideais de outros grandes exemplos de vida e associando-os a virtudes distintas como a cidadania de Betinho, a coragem de Martin Luther King, a bondade de Mahatma Gandhi, a fé de Madre Teresa de Calcutá, totalizando os nossos 24 "grandes sonhadores". Passei também a dar palestras gratuitas para formadores de opinião, além de fortificar a base da ONG, com folhetos, folders, revistas, livros, DVDs, estudos e pesquisas, site oficial e página em redes sociais.

Todas essas obras são enviadas gratuitamente para ONGs, OSCIPs, fundações, institutos, universidades, escolas, empresas, associações e lideranças comunitárias, da mesma forma como são disponibilizadas para download gratuito em nosso site, redes sociais e biblioteca virtual. Devido a algumas características específicas da organização como não possuir nenhum vínculo financeiro, não ter política de patrocínio ou associação com nenhuma marca e não aceitar doações de nenhuma espécie, infelizmente, não posso enviá-las para todos aqueles que desejam recebê-las. No entanto, através do download gratuito, todos podem ter acesso ao conteúdo completo destes materiais.

Quando abdiquei de minha carreira como executivo de banco para estruturar e administrar a ONG "Meu sonho não tem fim" ninguém entendia muito bem o rumo que minha vida havia tomado, em determinados momentos passei por certas dificuldades, comprava apenas o necessário, mas preservei a educação dos meus filhos. Minha esposa e filhos sempre entenderam esta minha escolha e a poupança que eu havia feito desde os 16 anos ajudou muito neste momento de transição.

Em 2003 virei representante comercial e para isso criei a Luminia, uma empresa onde 50% do lucro liquido é destinado para os projetos da organização. Não vou ficar rico com isso, e nem necessito disso, mas esta foi a forma que criei para conseguir flexibilizar os meus horários, dar tranqüilidade para minha família e angariar recursos para projetos mais caros e ambiciosos da organização, como nosso novo livro intitulado "Um sonho que não tem fim".

Já são quase três décadas de trabalhos voluntários. Eu mudei a minha vida para isso e sou imensamente feliz. Não vou dizer que não tenho problemas, todos nós temos, mas tenho a consciência de que a minha vida é muito útil. Todo dia, ao acordar, eu sei que de alguma forma eu fiz o bem para alguém que eu nem conheço. Não há riqueza no mundo que pague isso, não é demagogia. Vejo o meu humilde trabalho voluntário como um farol que tenta jogar um facho de luz na vida das pessoas. E tudo isso graças aquela senhorinha sentada no caixote na rua Direita.


Clique aqui para fazer o download de um resumo ilustrado de nossa história     

 

 
 
 
 
 

 


Copyright © 2017 ONG “Meu sonho não tem fim” - Todos os direitos reservados.

Powered by 2 SYS