Uma oferta caridosa - Meu sonho não tem fim

Uma oferta caridosa

   Voltar à Lista

Um dia, um rapaz pobre, que vendia mercadorias de porta em porta para pagar seus estudos, viu que só lhe restava uma simples moeda de dez centavos e tinha fome.   

 

Decidiu que pediria comida na próxima casa em que ofereceria seus produtos. Porém, seus nervos e sua vergonha o traíram quando uma encantadora mulher jovem abriu a porta. Em vez de comida, pediu um copo de água.

 

Ela pensou que o jovem parecia faminto e assim lhe deu um grande copo de leite.

 

Ele bebeu devagar, e depois lhe perguntou:

 

- Quanto lhe devo?

 

- Não me deves nada - respondeu ela - minha mãe sempre nos ensinou a nunca aceitar pagamento por uma oferta caridosa.

 

Ele disse:

 

- Pois te agradeço de todo coração.

 

Quando o jovem rapaz saiu daquela casa, não só se sentiu mais forte fisicamente, mas também sua fé em Deus e nos homens, ficou mais forte. Ele já estava resignado a se render, deixar tudo, abandonar a faculdade de medicina, muito cara para a sua realidade.

 

Anos depois essa jovem mulher ficou gravemente doente. Os médicos locais estavam confusos e a enviaram a uma grande cidade da região, onde chamaram um especialista para estudar sua rara enfermidade.

 

Chamaram o maior especialista da região. Quando este escutou o nome do povoado de onde ela viera, uma estranha luz encheu seus olhos, era sua cidade natal, e ele imediatamente subiu ao seu quarto.

 

Vestido com sua bata de doutor reconheceu-a imediatamente. Retornou ao quarto de observação determinado a fazer o melhor para salvar aquela vida. A partir daquele dia dedicou atenção especial àquela paciente.

 

Depois de uma demorada luta pela vida da enferma, ganhou a batalha. Finalizado o seu trabalho pediu à administração do hospital que lhe enviasse a fatura total dos gastos para aprová-la. Ele a conferiu e depois escreveu algo, mandando entregá-la no quarto da paciente.

 

Ao receber a fatura, a paciente tinha medo de abri-la, pois, sabia que levaria o resto de sua vida para pagar todos os gastos.

 

Mas, finalmente abriu, seu semblante ficou tomado de espanto, e lágrimas de alegria e gratidão correram por sua face com uma nota escrita na fatura que dizia:

 

"Pago totalmente muitos anos atrás, com um copo de leite".

 

 

"Escreva suas mágoas em areia e sua gratidão em mármore."  - Benjamin Franklin

 
 
   Voltar à Lista

 


Copyright © 2019 ONG “Meu sonho não tem fim” - Todos os direitos reservados.

Powered by 2 SYS