Chico Xavier - Meu sonho não tem fim

Chico Xavier

   Voltar à Lista

Francisco Cândido Xavier nasceu em 2 de abril de 1910, em Pedro Leopoldo, Minas Gerais.

 

Filho de um casal simples, desde muito novo passou por sérias dificuldades, e acabou órfão de mãe com apenas cinco anos de idade, ficando aos cuidados de sua madrinha, uma mulher severa que o maltratava. Porém, aprendeu a se manter calmo e calado em momentos de sofrimento, principalmente, devido as constantes agressões que sofria, momentos estes, em que se dirigia ao quintal de sua casa para fazer orações.

 

A necessidade de trabalhar desde cedo foi, em sua vida, conforme ele mesmo dizia, uma bênção indefinível. Aos doze anos levantava às seis da manhã para começar as tarefas escolares, e entrava para o serviço na fábrica às três da tarde, saindo às onze da noite.

 

Assim como o trabalho, a doença também viera precocemente fazer-lhe companhia. Primeiro teve problemas nos pulmões, depois foram os olhos e também a angina.

 

Após, mais de quarenta anos de incansáveis trabalhos assistenciais e de caridade em Pedro Leopoldo, em 1959, mudou-se para Uberaba, dando início à famosa peregrinação da "Comunhão Espírita Cristã", visitando lares carentes e moradores de rua.

 

Mesmo com a fama e o sucesso, jamais constituiu fortuna, continuou tão pobre quanto sempre fora. Aposentou-se e recebeu pelo resto de sua vida somente os proventos de sua aposentadoria. Sua constrangedora humildade e desapego eram dificilmente compreendidos, e foi a mais notável e marcante exteriorização de sua grandiosidade.

 

O homem que levou uma vida humilde, voltada ao próximo e a caridade, tinha um último desejo. Chico jamais suportou a tristeza de seu semelhante, e desta forma, desejava que sua partida fosse num dia em que o "povo brasileiro estivesse muito feliz". Faleceu em 30 de junho de 2002, dia em que o Brasil sagrou-se pentacampeão mundial de futebol.

   Voltar à Lista

 


Copyright © 2017 ONG “Meu sonho não tem fim” - Todos os direitos reservados.

Powered by 2 SYS