Louis Braille - Meu sonho não tem fim

Louis Braille

   Voltar à Lista

Louis Braille nasceu em 4 de janeiro de 1809, em Coupvray, na França.

 

Aos três anos, perdeu a visão devido a um incidente na oficina do pai, porém, mesmo cego, aprendeu a ajudar o pai na oficina e freqüentava as aulas regularmente.

 

Um dia, seu professor comentou sobre uma escola em Paris, que tinha livros especiais para cegos. Logo ao chegar, definiu o sistema de aprendizado como limitado. Constituído por letras grandes em relevo, os estudantes sentiam pelo tato as formas das letras e aprendiam as palavras e frases. As letras eram tão grandes que um simples livro chegava a pesar cem quilos.

 

Meses mais tarde, ouviu falar de um capitão do exército, que havia desenvolvido um método para ler mensagens no escuro, e que consistia em conjuntos de pontos e traços em relevo no papel, viu imediatamente as possibilidades da idéia. Começou a trabalhar, noite após noite, fazendo adaptações e aperfeiçoamentos, pois, sabia que a idéia era fundamental, mas o código de traços e pontos precisava ser mais trabalhado para ter real utilidade para os cegos.

 

Enfrentou desconfianças e invejas no desenvolvimento de sua escrita, e foi proibido de desenvolver o sistema no instituto onde estudava, com a argumentação de que uma escrita específica para cegos ia segregá-los ainda mais da sociedade.

 

Já como professor, ensinava a ler pelo método de letras grandes no instituto e à noite continuava a aperfeiçoar o novo sistema.

 

Em 1829, chegou a um alfabeto legível, com combinações variadas de um a seis pontos. A notícia correu e alunos iam secretamente ao seu quarto à noite, para aprender o novo método.

 

Ele continuava aprimorando sua invenção, esperando que um dia os cegos do mundo inteiro aprendessem a ler e a escrever como ele. Transcrevia novos livros e ensinava a leitura a quantos se interessassem. Ao fim de tantos dias e noites de trabalho incessantes, sua saúde se comprometeu, e ele temia que seu método morresse com ele. Entretanto, a idéia encontrou rápida aceitação, e parte da Europa já reconhecia a importância de seu método.

 

Braille morreu no dia 6 de janeiro de 1852, em Paris, aos 43 anos de idade.

   Voltar à Lista

 


Copyright © 2017 ONG “Meu sonho não tem fim” - Todos os direitos reservados.

Powered by 2 SYS